Game of Thrones | Relembrando as principais teorias para a última temporada!

0
118

A oitava e última temporada de Game of Thrones chegará em 14 abril na HBO, mas os fãs já estão se preparando para dar adeus à aclamada série! Existem muitas especulações sobre como vai ser o final dessa épica aventura, cheia de política, dragões e monstros de gelo. Como ainda faltam dois livros para serem lançados (Os Ventos do Inverno e Um Sonho de Primavera), a série está se adiantando e fazendo seu próprio final. Hoje, vamos conversar sobre as principais teorias para esse fim de temporada!

Atenção, muitas informações citadas aqui só aparecem na série e não levam em consideração o universo literário. 

5. Jaime é o Valonqar 

Todo mundo lembra de Maggy, a Rã, não é? Na quinta temporada, tivemos um flashback da Cersei, quando ela e uma amiga vão visitar essa mulher, que diz ser uma vidente. Para saber seu futuro, Cersei faz um pequeno corte no dedo e através de seu sangue, a mulher lhe dá três profecias:

Sim, ela se casaria com o Rei (Robert Baratheon), mas ele teria vinte filhos e ela só três. Seus filhos teriam cabelos dourados, iguais suas mortalhas (os três morreriam antes dela) e no fim, ela seria morta pelo Valonqar (irmão mais novo, em valiriano). Apesar da parte que cita o Valonqar ter sido cortada da série, muitos – incluindo a própria Cersei –  acreditam que este seria o Tyrion, o que explica seu desprezo pelo anão.

Porém, com os últimos acontecimentos e a evolução do Jaime, que tanto no livro quanto na série pega repulsa da irmã, uma teoria diz que o ele seria o Valonqar. Mesmo que sejam gêmeos, já foi citado que Cersei nasceu primeiro, sendo Jaime o seu irmão mais novo.

Isso também é sustentado pela teoria Mad Queen, que dizia que Cersei seria igual ao Rei Louco, obrigando Jaime a mata-la, sendo por duas vezes Regicida.

4. Tyrion Targaryen

Essa teoria existe há anos nos fóruns da internet; basicamente, Tyrion não é filho da Senhora Joanna Lannister com Lorde Twyin, mas fruto de um estupro que a mulher sofreu do Rei Louco.

A semente de Aerys sempre foi fraca e Rainha Rhaella deu a luz a muitos natimortos, o que teria sido pivô para a inveja que o Rei tinha dos dois filhos de Twyin. Ele sempre acreditou que a culpada da infertilidade era sua esposa e procurava outra mulher saudável para conceber seus filhos.

Durante o casamento de Twyin, Aerys brincou dizendo “Uma pena que a tradição da Primeira Noite esteja banida, os reis podiam desfrutar das noivas”. 

Joanna morava na Fortaleza Vermelha junto ao marido, e dizem que Aerys teria esgueirado até seu quarto e estuprado a jovem senhora. Ele tivera dezenas de natimortos, um filho anão não seria surpresa.

Isso explicaria o ódio que Twyin sente de Tyrion. Ele amava sua esposa, inclusive, todos diziam que “Lorde Twyin comandava o Sete Reinos, mas Senhora Joanna comandava o Lorde Twyin”ele não conseguiria amar um filho dela, só por ser deficiente? Não parece algo condizendo com o personagem.

Além do mais, ele sempre deixou claro que Tyrion não era seu herdeiro, mesmo com Jaime estando juramentado à Guarda Real e proibido de casar ou possuir terras. Outro forte indício, incluindo o fascínio do Tyrion por dragões, é a sua aparência: nos livros, seu cabelo é praticamente prateado e seus olhos tem duas cores, verde e preto.

3. O Azor Ahai

No universo de Game of Thrones, o Azor Ahain é o herói que derrotou os Outros (ou white walkers) na Primeira Longa Noite. Nas lendas, ele forjou a espada Luminífera durante 100 dias e 100 noites, temperando ela com o sangue de sua amada Nissa Nissa. O sangue quente fez a espada pegar fogo e ele triunfou em suas batalhas.

Muitos povos tem suas versões do Azor Ahai – para os dothraki, ele é o Garanhão que Monta o Mundo. Com a volta dos Outros, muitos especulam que esse herói vai renascer.

Para os Targaryen, o Azor Ahai seria a junção das três cabeças do dragão e Rhaegar Targaryen acreditava que sairiam de sua semente. Entre muitos candidatos, dois sempre chamaram a atenção: Bran Stark e Jon Snow.

É com Bran que temos contato com a maior parte da magia em Westeros e a verdadeira luta com os Outros. Seus poderes warg estão evoluindo cada vez mais e o colocando na linha de frente dessa luta – sem falar na sua ligação com o Rei da Noite. Ser o Azor Ahai, mesmo que aleijado, seria um plot twist digno dos livros de George R. R. Martin.

Já Jon, percorreu a jornada do herói, da maneira como deve ser feito; foi renegado, conseguiu seu espaço lutando e morreu pela causa. Sem falar que ele renasceu, o que coloca mais peso na ideia de que ele é o escolhido (seria Daenerys sua Nissa Nissa?).

2. D+J = Jonerys

Um dos casais mais comentados, principalmente nos livros, sempre foi Jon Snow e Daenerys. Quando Daenerys visita A Casa dos Imortais, tem diversas visões (tais como o próprio Casamento Vermelho), tendo como última visão uma flor azul em uma parede de gelo – que indicaria tanto a verdade sobre Jon Snow e um possível romance entre os dois.

Como Aegon conquistou Westeros com suas duas irmãs e amou Rhaenys mais do que tudo, Daenerys iria conquistar os Sete Reinos, ao lado de Tyrion e Jon Snow, casando com o sobrinho – e perpetuando a dinastia Targaryen.

Outras versões dessa teoria, diz que eles se amariam, mas Daenerys iria morrer e Jon governaria sozinho – não existem possibilidades de herdeiros da Dany nessa versão.

1. The Mad Queen

Uma das teorias mais famosas entre os fãs é a “Rainha Louca”. Alguma das governantes de Westeros ficariam tão loucas quanto Aerys II, fazendo atrocidades ainda piores.

Este fardo sempre caiu nas mãos de Daenerys – levando em consideração o seu tempo em Meereen. Muitos diziam que ela teria herdado a loucura do pai, baseando-se em um ditado westerosi popular “Sempre que um Targaryen nasce, os deuses jogam uma moeda para decidir entre loucura e glória”. Mas dois de seus irmãos sucumbiram à loucura, Rhaegar por acreditar em profecias e Viserys por ser cruel, não é possível que Dany tenha o mesmo destino. Também vale considerar que ela nunca foi louca, só imatura, na maioria das vezes.

Outra candidata foi Sansa Stark, que usaria seu poderio de Winterfell (Vale de Arryn nos livros) para se vingar de Cersei Lannister e todos os seus apoiadores. Isso também parece improvável, já que na série, ela assumiu um plot que não era seu – e sim de outra personagem, Jeyne Poole. Como Jon Snow vai estar ocupado defendendo Westeros contra Os Outros, é mais provável que Sansa Stark se torne Senhora de Winterfell.

No fim, a única que resta é Cersei Lannister. Ela já explodiu o Septo de Baelor (muito semelhante ao plano do Rei Louco, de explodir Porto Real) e sua estabilidade mental é ínfima – nos livros, ela chega a discutir sozinha.

Já ficou claro que Jaime virou as costas para ela, e sem outra família, é capaz de sua instabilidade emocional aumentar cada vez mais; coisa que já vem sendo preparada nas duas últimas temporadas.