Bingo – O Rei das Manhãs concorrerá ao prêmio Goya 2018, o Oscar Espanhol

0
28

Bingo – O Rei das Manhãs, que está em cartaz nos cinemas brasileiros, foi selecionado pela ANCINE para representar o Brasil na 32ª edição do Prêmio Goya, principal premiação do cinema espanhol. O longa dirigido por Daniel Rezende vai disputar uma vaga para ser um dos quatro finalistas na categoria de Melhor Filme Ibero-Americano no Goya. A premiação acontece no dia 3 de fevereiro de 2018 e é organizada pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha.

A classificação indicativa de Bingo – O Rei das Manhãs é não recomendado para menores de 16 anos. O longa é uma produção da Gullane em associação com a Empyrean e distribuição e coprodução da Warner Bros. Pictures.

Sobre o filme

Dirigido por Daniel Rezende, indicado ao Oscar por “Cidade de Deus” e premiado montador de “Tropa de Elite 2”, “Diários de Motocicleta”, com roteiro de Luiz Bolognesi (“Bicho de Sete Cabeças”, “Uma História de Amor e Fúria” e “As Melhores Coisas do Mundo”) e com fotografia de Lula Carvalho (“As Tartarugas Ninja”, “Robocop”), Bingo – O Rei das Manhãs é uma viagem nostálgica e divertida – repleta de ironia e humor ácido –  à cultura pop da televisão brasileira dos anos 80.

Inspirado na vida do ator e apresentador Arlindo Barreto, o filme, estrelado por Vladimir Brichta, Leandra Leal, Emanuelle Araújo, Ana Lúcia Torre, Tainá Muller, Augusto Madeira e com a participação de Domingos Montagner e Pedro Bial, narra as desventuras de Augusto (Vladimir), um artista que sonha em encontrar seu lugar sob os holofotes e que se depara com sua grande chance ao se tornar “Bingo”, um palhaço apresentador de um programa infantil que é sucesso absoluto no Brasil. Porém, uma cláusula no contrato não permite revelar quem é o homem por trás da maquiagem e Augusto, ou o novo “Rei das Manhãs”, se transforma no anônimo mais famoso do Brasil.