As Apostas do Oscar

0
163

oscar cromossomo nerd

O Oscar está logo aí e a noite de prêmios acon­­tece no dia 28 de fevereiro, já havendo muitos comentários envolvendo não só os filmes, mas também outras polêmicas. Agora vamos apresentar os indicados na categoria de Melhor Filme e contar algumas curiosidades que os envolvem. Aproveite, escolha seu preferido e fique na torcida.

O Regresso

Baseado no livro “The Revenant: A Novel of Revenge”, de Michael Punke, narra a história real de Hugh Glass que viveu entre 1783 e 1833.  “O Regresso” é um dos grandes favoritos ao Oscar 2016, sendo o recordista do ano em indicações. A produção conta com a atuação de Leonardo DiCaprio, já premiada pelo Globo de Ouro e pelo Bafta, que surpreende em seu trabalho quando seu personagem passa por todas as dificuldades, angústias e transmite isto, na maioria das vezes, apenas pelas suas expressões – já que o filme não conta com muitas falas, e isto principalmente após Glass (DiCaprio) ser atacado por um urso.

O diretor Alejandro González Iñárritu e sua equipe passaram por vários desafios para deixar as cenas reais, trazendo o espectador para dentro da história. Entre estes desafios, encontram-se fazer as filmagens apenas com luz natural, lidar com sofridas baixas temperaturas e fazer longas viagens na busca da locação perfeita. Além disso, DiCaprio, que é vegetariano, teve que comer um pedaço de carne crua durante as gravações.

O filme conta com cenas fortes de sofrimento do explorador, porém alguns boatos foram desmentidos, como por exemplo, o ator não dormiu em uma carcaça real de um cavalo (e muito menos foi estuprado por um urso). Mas em uma das cenas é possível ver vermes consumindo a pele necrosada do personagem, passagem retirada da história verdadeira.

O Regresso foi indicado ao Oscar nas seguintes categorias: Melhor Filme, Diretor (Alejandro González Iñárritu), Ator (Leonardo DiCaprio), Ator Coadjuvante (Tom Hardy), Fotografia, Edição, Figurino, Cabelo e Maquiagem, Efeitos Visuais, Design de Produção, Edição de Som, Mixagem de Som.

Vamos ver se todas as indicações se concretizam (ou grande parte delas).

Mad Max – A Estrada da Fúria

Do mesmo diretor, George Miller, responsável pela primeira trilogia da franquia, “Mad Max”, “Mad Max – Além da Cúpula do Trovão” e “Mad Max – A caçada continua”.  “Mad Max – A Estrada da Fúria” não é entretanto um remake e estava em desenvolvimento desde 2003, com Mel Gibson ainda no papel principal. Por problemas com a agenda do ator, que estava prestes a filmar “A Paixão de Cristo”, e também com as locações, a produção foi sendo adiada ao longo dos anos, até que as gravações finalmente começaram com Tom Hardy e CharlizeTheron à frente do elenco.

Gravado na África do Sul, Austrália e Namíbia, o filme teve um orçamento estimado entre $100 milhões e $150 milhões e mais de 80% dos efeitos vistos no filme são efeitos práticos, pois Miller queria uma ação mais realista, resultando em sequências incríveis. O diretor também chegou a pensar em fazer o filme como uma animação 3D durante a pausa entre 2003 e 2009, mas não levou a ideia adiante felizmente.

Com mais três filmes confirmados para a franquia, “Mad Max – A Estrada da Fúria”, tem a difícil tarefa de quebrar a tradição dos vencedores de Melhor Filme no Oscar, já que a Academia não leva muito à sério o gênero de ficção-científica, mas ainda há esperanças levando em consideração que o filme foi ovacionado pela crítica mundial e também foi um dos indicados ao Globo de Ouro de Melhor Filme.

Perdido em Marte

“Perdido em Marte” é outro dos indicados que também é baseado em um livro, o autor é o americano Andy Weir, que com sua obsessão por detalhes técnicos e intensa pesquisa, juntamente com a consultoria prestada pela NASA à produção, deixou o filme perto de uma realidade que não parece estar muito distante, podendo quase ser considerado como “baseado em fatos reais”, mas estas realidades ainda não aconteceram.

Com o lançamento inicialmente previsto para março de 2016, a Fox acabou antecipando para 25 de novembro de 2015, o que por coincidência acabou dando sorte, pois nesse período Marte foi notícia após terem descoberto água salgada corrente no planeta vermelho. Inicialmente o filme seria gravado na Austrália, porém, devido à desentendimentos com o governo australiano, os planos foram mudados para Wadi Rum na Jordânia, por possuir um deserto de cor avermelhada.

O filme garantiu dois prêmios no Globo de Ouro de 2016: Melhor Filme Cômico ou Musical e Melhor Ator em Comédia ou Musical (Matt Damon).

Spotlight – Segredos Revelados

Spotlight” é mais um filme baseado em uma história real, contando como um grupo de jornalistas de Boston investigou e revelou escândalos de pedofilia de padres, os quais foram acobertados pela própria Igreja Católica. Em 2013, o roteiro constava na Blacklist (lista dos melhores scripts ainda não produzidos).

Para retratar não só a história fielmente, mas também o ambiente onde se passava, o Boston Globe, jornal onde os jornalistas retratados trabalhavam, ajudou com a produção do set e aprovação do figurino. Além disso, quando os jornalistas visitaram o local de gravações pela primeira vez, que representava os escritórios do Boston Globe, encontraram suas mesas de redação, e alguns começaram a reorganizar os itens na mesma posição que se encontravam na época.

O filme já garantiu prêmios como o Critic’s Choice Award de Melhor Filme e ganhou mais premiações no Festival de Veneza de 2015, entre eles o Brian, que é dado a filmes que contribuem para a democracia, igualdade, pluralismo e respeito pelos direitos humanos.

Ponte dos Espiões

Do diretor que mais faturou com bilheterias, Steven Spielberg, “Ponte dos Espiões” é baseado no livro “Uma Ponte Entre Espiões — O Caso do Coronel Rudolf Abel e de Francis Gary Powers”. Escrito pelo advogado americano James Britt Donovan, conta a história do próprio James Donovan, especialista em seguros, que aceita uma tarefa diferente do seu trabalho habitual: defender Rudolf Abel, um espião soviético capturado pelos americanos.

O filme recebeu esse título numa referência a ponte que ligava a antiga Berlim Ocidental com o centro da cidade de Potsdam e que recebeu o apelido de “Ponte de Espiões” por volta dos anos 60, quando agências de inteligência americana e soviética faziam trocas de prisioneiros.

O elenco conta com Tom Hanks, que interpreta o advogado James Donovan e Mark Rylance, que dá vida ao misterioso espião soviético, já tendo ganhado quatro prêmios por este papel, incluindo o New York Film Critics Circle Award de Melhor Ator Coadjuvante. Além disso a trilha sonora é de responsabilidade de Thomas Newman, já conhecido por “007 – Operação Skyfall”.

A Grande Aposta

“A Grande Aposta” é mais um filme baseado em fatos reais, narrado a partir do livro “A Jogada do Século: Os Bastidores da Crise Financeira de 2008”, de Michael Lewis. Fala sobre os momentos que antecederam a crise econômica dos EUA em 2008, com foco no colapso do mercado imobiliário e outras falcatruas envolvendo empresários, banqueiros e corretores de Wall Street.

O elenco conta com a as atuações de Christian Bale, que já ganhou no Critics’ Choice Award o prêmio de Melhor Ator em filme de Comédia por este papel, Ryan Gosling, Steve Carell e Brad Pitt, que além de atuar, assina a produção. O filme também já foi premiado no Critics’ Choice Award como Melhor Comédia.

O Quarto de Jack

“O Quarto de Jack” é outro concorrente ao Oscar que foi adaptado de um livro: “Quarto”, de Emma Donoghue. Entretanto, a própria autora do livro e o roteirista do filme afirmam que a história não foi baseada em nenhum caso específico da vida real.  O filme conta a história de uma mãe e seu filho que vivem isolados em um quarto e o único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do homem que os mantém em cativeiro. Joy, a mãe, faz de tudo para que a vida no local fique suportável, mas sempre com o desejo de deixar o local. Ela elabora, então, um plano para fugir do cativeiro e enganar o sequestrador.

A atriz Brie Larson quis ter uma noção do que os protagonistas da história passaram antes de começar as filmagens, então se isolou por um mês e seguiu uma dieta rigorosa para que pudesse vivenciar o papel de maneira bem realista. Este papel já lhe rendeu o prêmio de Melhor Atriz no Globo de Ouro. Jacob Tremblay, que faz o filho de Joy, ganhou o prêmio de Melhor Jovem Ator ou Atriz no Critics’ Choice Award.

Brooklyn

Baseado no livro “Brooklyn” do escritor contemporâneo Colm Tóibín. O filme conta a história de uma jovem irlandesa que se muda de sua terra natal indo morar em Brooklyn afim de realizar seus sonhos, e que no decorrer dos fatos, acaba ficando dividida entre os dois países, por conta do amor que vivencia nos EUA.

O destaque do filme é a jovem atriz Saoirse Ronan, que aos vinte e um anos vive uma protagonista, trabalho que já lhe rendeu os prêmios de Melhor Atriz no British Independent Film Award e no New York Film Critics Circle Award, por sua brilhante atuação.

O Oscar será transmitido ao vivo pelo canal TNT a partir das 20h30, com a cobertura do tapete vermelho.Esperamos que esta prévia tenha dado uma noção dos possíveis ganhadores. Façam suas apostas e divirtam-se bastante.